[Revista PnP] Boletim nº 114 - Google anuncia o sistema operacional Chrome. Seria uma ameaça ao Windows?
Revista PnP
Mais útil que uma revista, mais atual que os livros!
Visite nosso site: www.revistapnp.com.br
Problemas de visualização desta mensagem? leia on-line

Boletim informativo nº 114 - 13/7/09
Prezado(a)

Depois do predomínio inicial do Linux nos netbooks, aqueles micros pequenos que servem para acessar a internet, o Windows contra-atacou e dominou. O Linux está morto neste mercado? Muito pelo contrário, ele volta rejuvenescido na nova proposta da Google, a qual lançou o Chrome Operating System (Chrome OS) que é um sistema operacional completo leve e feito especialmente para rodar aplicativos através da internet. Por tudo é isto é que nos perguntamos:

Google anuncia o sistema operacional Chrome. Seria uma ameaça ao Windows?

O Chrome OS é uma extensão do browser da Google, também denominado Chrome. Esse browser pode rodar em Windows, Linux e MacOS, e agora a Google resolveu que não vai querer mais nenhum sistema operacional abaixo do seu browser que não seja também desta mesma empresa.

Com efeito, a onda dos netbooks, aqueles micros pequenos e portáteis, feitos para acessar a internet e outros serviços on-line, mostrou que muitos e muitos usuários ficam totalmente satisfeitos em suas necessidades de computação com sistemas igualmente pequenos, porém leves, rápidos e seguros. E estas características, definitivamente, não descrevem o Windows e nem o Linux ou mesmo o MacOS, plataformas dominantes nos computadores pessoais. O Windows 7, a ser lançado, mostrou uma clara guinada da Microsoft neste sentido, mas mesmo o Windows 7 ainda é demasiado grande para os pequenos netbooks, segundo o pensamento dos engenheiros da Google.

Pois bem. Agora que a Microsoft reafirmou sua dominância também no segmento dos netbooks, a Google anuncia que vai lançar um sistema operacional próprio. Mas, afinal, no que consiste o Chrome OS?

O que é o Chrome Operating System

O Chrome OS é um sistema operacional que vai rodar tanto na arquitetura x86 dos Pcs convencionais quanto na arquitetura ARM, muito utilizada em dispositivos portáteis como PDAs, telefones, iPods e outros tocadores de música, consoles de games, calculadoras e periféricos de computador como discos rígidos e roteadores. Provavelmente, o Chrome OS vá atender ao mesmo mercado que hoje a Google já atende com o Android, sistema operacional para celulares.

A ênfase do Chrome OS vai para os mesmos aspectos para os quais os netbooks foram desenhados originalmente: computação móvel, leve e baseada na internet. Obviamente, o Windows XP não foi desenhado para este cenário, mas a sua relativa leveza, baixo custo e familiaridade o transformaram em sucesso entre os compradores de netbooks.

O novo sistema da Google certamente vai bater tanto o XP quanto o Windows 7 em custo, e será mais leve, mas ainda é cedo para saber como ele realmente vai se portar. A morte relativa do Linux nos netbooks demonstra claramente que as pessoas tendem a preferir um ambiente de trabalho parecido com o Windows, mas a Google afirma nas notas de lançamento que “a interface do usuário (do Chrome OS) é mínima para que possa ficar fora do caminho, uma vez que maior parte da experiência (dos usuários) acontece dentro da internet. Assim como fizemos com o browser Chrome, fizemos o caminho de volta ao básico e redesenhamos completamente o que está por baixo do browser de maneira que as pessoas não precisem ter que lidar com virus e atualizações de segurança. A idéia é que o sistema operacional simplesmente funcione”.

De acordo com a empresa, o Chrome OS roda dentro de um novo sistema gráfico de janelas que, por sua vez, roda em cima de um kernel Linux. É o mesmo que acontece no sistema operacional do Apple MacIntosh, só que no caso da Apple o sistema base é o BeOS, “irmão” do Linux uma vez que ambos são “filhos” do Unix. O novo sistema vai rodar em qualquer hardware indo de netbooks a computadores de mesa completos. É esta a diferença principal entre o Chrome OS e o Android, que também vai começar a aparecer nos netbooks nos próximos meses. A Google informa também que existem dispositivos onde os dois sistemas operacionais poderão ser usados indistintamente.

Do ponto de vista dos desenvolvedores de aplicativos, a chegada do Chrome OS é uma boa notícia, porque basicamente não existe uma nova plataforma para a qual os programas precisem ou não serem portados. Bvasicamente, qualquer aplicativo que rode em um browser vai funcionar também no Chrome, assim como em qualquer outro browser ou sistema operacional.

L A N Ç A M E N T O !!
Versão 2.6 do DVD de Service Packs e Utilitários para Windows da Thecnica Sistemas
A nova versão traz o SP1 e SP2 para o Windows Vista, assim como para as demais versões de Windows e de Office. Tem também diversos antivirus e utilitários para instalar no micro ou para rodar direto do DVD.
Ver mais detalhes e encomendar
A empresa afirma estar negociando com “vários fabricantes” de computadores, de forma que o Chrome OS chegue às lojas no segundo semestre de 2010. Sim, ainda teremos que esperar um ano, e o Windows 7 terá este tempo para mostrar a que veio também na área dos micros e dispositivos portáteis.

Quer dizer então que o Windows que usamos está sendo substituído? Longe disto. O Windows vai continuar a plataforma dominante por anos, até porque os aplicativos profissionais são grandes demais para rodar pela internet. Só que atualmente existem muitas outras formas de se fazer computação, e o Windows nem sempre é a melhor solução para todas elas. Aliás, é muito bom ter opções nem que seja para refrear um pouco a volúpia de preços praticada pela Microsoft. Porque será que Bill Gates é o homem mais rico do mundo? Competência sim, mas... uma boa de ganância também.

Leia este artigo na íntegra, com mais detalhes e com os links para download do SP2 no site da Thecnica Sistemas:
Google anuncia o sistema operacional Chrome. Seria uma ameaça ao Windows?

Talvez você se interesse também pelos seguintes artigos publicados sobre o Windows Vista na Revista PnP:

NAS BANCAS — NAS BANCAS — NAS BANCAS — NAS BANCAS — NAS BANCAS

Revista PnP nº 13
Manutenção de notebooks

A mais recente edição da PnP está nas melhores bancas de todo o Brasil
O tema de capa é a Manutenção de notebooks, tendo também outros assuntos igualmente atuais e importantes:
Windows versus Linux – Como anda esta briga?
Entendendo os roteadores – Como funcionam, como interligar
Redes wireless – Problemas e dúvidas mais comuns
Matemática financeira na prática – Como lidar com os juros em seu benefício
O lado ruim da internet – E como está influenciando as pessoas

Mais detalhes desta edição

Comprar exemplar avulso

Para adquirir também as edições anteriores, conheça nossos pacotes promocionais

Revista PnP nº 4
Reparaçao de placa-mãe

Continuando nossos relançamentos, agora é a vez da edição 4 retornar às bancas. O tema de capa é a Reparação de placa-mãe, além de outros assuntos interessantes:
• Instalação profissional do Windows XP e Vista
• Reparação de placa-mãe
Outros temas detalhados nesta edição:
• Controle de temperatura nos PCs
• Administração de redes com scripts
• Entendendo os endereços IP
• Curso técnico, superior ou certificação?
• Como fazer e-mail marketing, com eficiência e sem SPAM

Mais detalhes desta edição

Comprar exemplar avulso

Para adquirir também as edições anteriores, conheça nossos pacotes promocionais

Informações sobre a revista PnP
Onde encontrar - A Revista PnP é distribuída nas bancas e grandes livrarias, em todas as capitais e nas principais cidades do interior. Se você não encontrar em sua região poderá encomendar para o jornaleiro ou então pedir seu exemplar pela Internet, no site da Thecnica Sistemas.
Assinaturas - Podem ser feitas a partir de qualquer edição. O novo assinante recebe imediatamente as edições já publicadas, cobertas pela assinatura, e as seguintes assim que forem impressas. O processo de assinatura é simples e pode ser feito aqui.
Edições avulsas - Todas as edições podem ser vistas e encomendadas no site da Thecnica Sistemas. Pagamento com boleto bancário e entrega pelo Correio.
Conteúdo das edições já lançadas - No site da revista encontra-se o conteúdo detalhado de tudo o que já foi publicado, inclusive com um PDF em alta resolução da primeira página de cada artigo.
Publicidade - Temos diversos planos, para atender sua empresa qualquer que seja o tamanho dela. Fazemos tanto mídia impressa quanto através da Internet, saiba mais.