[Revista PnP] Boletim nº 69 - Brasil precisa remodelar seu sistema de internet em banda larga
Revista PnP
Mais útil que uma revista, mais atual que os livros!
Visite nosso site: www.revistapnp.com.br

Boletim informativo nº 69 - 20/7/08
Prezado

Os problemas na internet que ocorreram em São Paulo neste mês de julho causaram uma enxurrada de e-mails e perguntas dos leitores, que levantaram diversas questões e análises.
Fazendo um apanhado geral, chegamos à seguinte conclusão:

Brasil precisa remodelar seu sistema de internet em banda larga

O recente apagão da internet em São Paulo, quando milhões de usuários ficaram mais de um dia sem internet, nos leva a crer que é preciso repensar o sistema de acesso a internet em banda larga no Brasil. A legislação mal feita e o pouco número de empresas que oferecem o serviço forçam os consumidores a pagar caro por um serviço lento, pouco confiável e sem alternativas.

No exterior cada vez mais cidades oferecem acesso à internet em banda larga wireless gratuitamente a toda a população. Aqui no Brasil, já existem cidades que também oferecem este serviço, que beneficia a todos. Claro, não é nenhuma maravilha de velocidade, mas atende bem aos serviços de emergência e para quem está só de passagem pela cidade ou, simplesmente, para quem não pode pagar por um serviço melhor.

A legislação que controla o acesso em banda larga no Brasil foi feita há cerca de 15 anos, numa época em que o brasileiros mal conseguiam sequer falar no telefone convencional. Nesta ocasião, uma linha telefônica custava US$ 4.000 e um celular custava US$ 3.000. E que celular! Bem vagabundo, funcionava só de vez em quando, pesava quase meio quilo e para comprar era preciso entrar numa fila enorme ou então aderir ao câmbio negro.

Aí algum legislador muito esperto resolveu separar a “conexão” do “conteúdo” da internet, ou seja, o pobre do usuário precisava contratar a conexão de banda larga com uma empresa, e ainda precisava pagar uma outra firma que era a “provedora de conteúdo”, que nada mais fazia do que fornecer um endereço de e-mail para o consumidor.

Desde então este sistema já sofreu seguidas ações na justiça, pois configura claramente uma venda casada. Quem contrata a banda larga precisa obrigatoriamente contratar um outro serviço, em outra empresa.

Esta situação deu origem a inúmeras ações judiciais. Recentemente foi dado ganho de causa para os consumidores e as empresas de telefonia foram forçadas a liberar o acesso à banda larga mesmo para quem não quer contratar o famoso “provedor de conteúdo”. Mas foi uma vitória temporária, pois as empresas de telefonia conseguiram incluir na conta telefônica uma taxa de R$ 8,90 pelo famigerado “serviço” embutido nas conexões PPPoE via ADSL.

Como efeito colateral de tudo isto, muitas empresas começaram a usar este e-mail “de mentirinha” fornecido por este conluio entre governo, telefônicas e supostos “provedores”. Muita gente usa estes endereços como o principal endereço eletrônico de suas empresas, ficando ainda mais atrelados a este modelo espúrio e absurdo.

Assim, quando resolvem pular fora destas empresas telefônicas para um modelo de banda larga mais moderno, barato e confiável, precisam continuar pagando o dito “provedor de conteúdo” só para manter seu endereço de e-mail nos “Terras” e “UOLs” da vida.
(continua)

Veja este artigo na íntegra no site da Thecnica Sistemas

Artigos publicados na PnP que dizem respeito a estes assuntos:
Edição 1: Web 2.0: Nova versão de Internet. Ou será só marketing?
Edição 2: Entendendo e consertando acessos de banda larga
Edição 4: Entendendo os endereços IP
Edição 5: BrazilFW, roteador e firewall
Edição 7: Quanto custa para fazer um site?

Capa revista PnP
Revista PnP nº 8

Nas bancas O destaque da edição vai para a comparação dos principais sistemas operacionais do momento.
A análise abrange:
Lidando com o Windows Vista SP1
Como ficou o Windows XP com o SP3
Ubuntu 8.04 -- Linux segue firme e forte
Além das três matérias especiais acima, quatro artigos passo-a-passo:
Colocando legenda nos filmes da internet e gravando em DVD
Device drivers: entendendo, instalando e copiando de micro para micro ou CD
Medindo o consumo de energia elétrica dos PCs
Montagem de tabelas de preço para oficinas de informática
Opinião - O mercado de peças de reposição de informática
Ver mais detalhes
Adquirir exemplar nº 8
Fazer assinatura
Ver todas as edições
• Estude
• Comente
• Participe
• Pesquise

O mercado de trabalho é cada vez mais competitivo, quem não se atualiza fica para trás!
Conte com as publicações da Thecnica Sistemas para ficar sintonizado com sua profissão.
Acompanhe nosso site e assine a Revista PnP!
Natdisc
Recuperação de dados
A. Informática
Componentes para PCs e redes
Locasite
Hospedagem de sites
Brasport
Livros técnicos
Informações sobre a revista PnP
Onde encontrar - A Revista PnP é distribuída nas bancas e grandes livrarias, em todas as capitais e nas principais cidades do interior. Se você não encontrar em sua região poderá encomendar para o jornaleiro ou então pedir seu exemplar pela Internet, no site da Thecnica Sistemas.
Assinaturas - Podem ser feitas a partir de qualquer edição. O novo assinante recebe imediatamente as edições já publicadas, cobertas pela assinatura, e as seguintes assim que forem impressas. O processo de assinatura é simples e pode ser feito aqui.
Edições avulsas - Todas as edições podem ser vistas e encomendadas no site da Thecnica Sistemas. Pagamento com boleto bancário e entrega pelo Correio.
Pacotes promocionais - Temos diversos pacotes promocionais de 6 edições, para completar sua coleção de forma econômica, veja mais detalhes
Conteúdo das edições já lançadas - No site da revista encontra-se o conteúdo detalhado de tudo o que já foi publicado, inclusive com um PDF em alta resolução da primeira página de cada artigo.
Publicidade - Temos diversos planos, para atender sua empresa qualquer que seja o tamanho dela. Fazemos tanto mídia impressa quanto através da Internet, saiba mais.