Windows 10 build 1809 de outubro de 2018
Logo Revista PnP Montagem • Instalação • Manutenção
PCs • Redes • Internet

Mais útil que as outras revistas, mais atual que os livros
Boletim informativo nº 264 - 16/10/2018 Visite nosso site: www.revistapnp.com.br
Ainda não conhece a Revista PnP? Venha conhecê-la e temos certeza de que gostará!


Ouça este boletim no vídeo feito por Iberê M. Campos (8'00"), editor da Revista PnP
Veja também o artigo completo de onde este boletim foi extraído, com uma análise aprofundada sobre esta nova versão de Windows 10!


Prezado colega técnico,

Queria falar um pouco sobre o:

Lançamento do Windows 10 build 1809 de outubro de 2018

Depois de três anos recebendo grandes atualizações a cada 6 meses, o Windows 10 continua a ser modificado. Alguns recursos foram retirados, e vários deles foram modificados. No momento, acaba de ser lançada a atualização “Redstone 5”, também chamada de build 1809 ou versão 17763, de 02/10/2018. A build 1809 incorporou as atualizações anteriores e trouxe diversas melhorias na usabilidade. Vejamos o que mudou, o que isto influencia na vida dos técnicos de informática e dos usuários de Windows, e o que está para acontecer.

Quais foram as mudanças da versão Redstone 5 do Windows 10

A maioria das mudanças trazidas na versão Redstone 5 dizem respeito à identidade visual e à forma de usar o sistema. A relação de alterações é grande, como pode ser visto nesta página ou então, numa relação mais completa ainda, mas em inglês, nesta outra página.

Tudo bem até aí. A questão é que, quando vemos uma lista de atualizações como esta, na maior parte de efeitos cosméticos, a pergunta que fica no ar é a seguinte:

-- “Você se sentiria tentado a mudar de Windows, depois que visse uma lista de novos recursos como esta?”

Para a grande maioria dos usuários domésticos, a resposta provavelmente seria “NÃO”.

Para uma maioria ainda maior, que seria dentre os usuários corporativos, a resposta certamente seria um “NÃO” ainda mais retumbante.

Esta opinião é baseada no fato de que cada uma dessas atualizações do Windows 10 é como se fosse uma nova versão. Um novo Windows. Só que a Microsoft optou por chamá-las todas pelo mesmo nome de “Windows 10“. Temos, portanto, o Windows 10 build 1511 ao invés de Windows 11, o Windows 10 build 1607 ao invés de Windows 12 e assim por diante.

Dizemos que é como se fosse um novo Windows porque cada uma destas “builds” é muito mais do que uma simples atualização. Elas se comportam exatamente como novas versões de Windows, criando até a pasta “win.old” no HD quando se faz a atualização por uma mídia ao invés de baixar pelo WindowsUpdate. A cada nova “build”, dispositivos podem deixar de funcionar, aplicativos podem não ser mais compatíveis, e o modo de se fazer as coisas pode mudar.

Em outras palavras, a cada 6 meses, em média, precisamos enfrentar todos os problemas que tínhamos quando mudou de Windows XP para Vista, de Vista para o Windows 7 depois para o Windows 8, para o Windows 8.1 e, mais recentemente, para o próprio Windows 10.

Só que com um inconveniente: antes desta nova política da Microsoft, iniciada no Windows 10, tínhamos que lidar com estes problemas a cada quatro ou cinco anos, enquanto que, agora, temos que nos entender com as novas versões, aproximadamente, a cada 6 meses. Não é à toa que muitos usuários domésticos impedem as atualizações automáticas pelo Windows Update, e também não é por acaso que muitas empresas estão odiando esta política.

Independentemente da opinião dos usuários, a Microsoft vem implementando e vai continuar no caminho que escolheu, ou seja, a empresa quer deixar de vender cópias do Windows e passar a alugar, a cobrar pelo uso do produto. É por isso que, de uns tempos para cá, a empresa sempre frisa que “O Windows é um Serviço”. Sim, um serviço, e não um produto, pelo qual a empresa pretende cobrar anualmente, tal como já acontece no Office 365.

Seremos obrigados a atualizar para esta versão?

Sim. Sem dúvida. Seremos forçados a atualizar. Por bem ou por mal... Tudo bem, é certo que a lista de modificações não encoraja a maioria dos usuários a atualizar, mas a questão da segurança é fundamental. Como não temos como separar o que é um novo recurso e o que é uma questão de segurança, a migração para a versão 1809 (e para as demais que estão por vir) será obrigatória para todos os que usam Windows 10 e, dentro de algum tempo, também para quem usa o Windows 7, conforme explicamos no artigo original de onde extraímos este boletim (vide o link abaixo).

Quem não tem conexão de internet de boa qualidade e/ou precisa atualizar muitas máquinas, aconselha-se usar uma mídia de instalação em DVD ou pendrive, para não ter que baixar os vários Gigabytes de dados necessários para fazer essa atualização. Lembre-se, esta nova atualização é como se fosse um novo Windows, vai alterar bastante a instalação que existir na máquina.

As mídias de instalação e atualização do Windows 10 na Thecnica Sistemas e Revista PnP

Como sempre fazemos, preparamos nossos DVDs e pendrives para ajudar aos colegas que querem usar o Windows 10 atualizado, devidamente testados e prontos para uso.
A novidade é que, agora, oferecemos também a opção do Windows 10 em pendrive, além do DVD tradicional.

Você pode encontrar mais detalhes sobre essas novas mídias da Thecnica Sistemas nos links que estão aqui embaixo, neste mesmo boletim.

Qualquer dúvida, estamos a disposição em nosso suporte técnico.

Mídias de instalação e atualização do Windows 10 build 1809 (EM 3X SEM JUROS no cartão!!!):

Disponível em pendrive ou em DVD.