A importância do ar condicionado na informática: muito além do ar fresco
Logo Revista PnP Montagem • Instalação • Manutenção
PCs • Redes • Internet

Mais útil que as outras revistas, mais atual que os livros
Boletim informativo nº 247 - 18/04/2017 Visite nosso site: www.revistapnp.com.br
Ainda não conhece a Revista PnP? Venha conhecê-la e temos certeza de que gostará!

Prezado leitor,

Muita gente da área de informática pensa que ar condicionado é algo só mesmo para ser usado nos grandes datacenters. A realidade atual, contudo, é bem diferente. Os aparelhos de ar condicionado evoluíram muito nos últimos anos, assim como mudaram também as expectativas e necessidades de conforto das pessoas. Com isto, os técnicos de informática precisam encarar o condicionamento de ar com novos olhos. Além de ser uma necessidade dos novos tempos para seus serviços, pode ser também um novo campo de trabalho ao qual não deveriam ficar indiferentes. Entenda como vemos esta situação:

A importância do ar condicionado na informática: muito além do ar fresco

A profissão do técnico de informática tal como a conhecemos apareceu no Brasil nos anos 80, e de lá para cá vem sendo continuamente modificada ara adaptar-se às novas tecnologias e às necessidades dos clientes.

Aqui mesmo na Revista PnP temos procurado mostrar estas mudanças, seus desafios, suas vantagens e quais são alguns dos possíveis caminhos a seguir. Conforme mostramos em nosso boletim nº 245, o profissional que não se adaptar e se atualizar vai acabar desaparecendo. Isto porque ele terá cada vez menos serviço e será remunerado cada vez pior, podendo chegar num ponto em que sua profissão não mais fornecerá o mínimo que precisa para viver.

Felizmente existem várias saídas, possibilidades e alternativas. Por exemplo, lembremos que uma das vantagens do técnico de informática, assim como acontece com o técnico de eletrônica, é o pensamento lógico que se acostuma a seguir para resolver os problemas que aparecem. É preciso entender o contexto, perceber quais são os reais problemas, quais são suas possíveis causas e ir eliminando uma por uma até conseguir deixar tudo em ordem. Esta seqüência lógica da forma de pensar vale tanto para consertos quanto para a instalação de novos equipamentos e sistemas.

Fora isto, o técnico precisa entender um pouco de eletrônica, de confecção de cabos, conectores, ferramentas e vários outros detalhes que podem ser utilizados também em outras áreas. Mas que áreas seriam estas áreas? Aqui mesmo na PnP já falamos de algumas como, por exemplo, da manutenção e atualização de GPS, dos geradores de energia elétrica, da instalação de bulk inks em impressoras, da instalação de câmeras de segurança com CFTV, da instalação de TV digital e do atendimento à pessoas da 3ª idade, para citar só algumas alternativas.

Na Revista PnP nº 35 abordamos uma área que está cada vez mais interligada à informática, que é o condicionamento de ar. Neste artigo da PnP nº 35 mostramos que o ar condicionado deixou de ser luxo para incorporar-se ao dia-a-dia de muitas pessoas e muitas empresas. Quando se trata da instalação de servidores, então, a questão do ambiente onde ele está instalado ganha maior importância. É preciso ser um lugar seguro, com alimentação elétrica continua (daí a importância dos no-breaks e geradores) e também com temperatura e umidade controlados, para que fiquem dentro da margem onde os equipamentos oferecem seu melhor desempenho, confiabilidade e durabilidade. Vem daí a oportunidade de negócio: se o técnico pode oferecer, além do que for de informática propriamente dita, também a parte de energia elétrica e do condicionamento do ar, porque não? Ao mesmo tempo, pode-se aumentar o faturamento e impedir que o cliente fique tendo contato com outros profissionais que podem, eventualmente, estar mais preparados e acabar “roubando” o cliente do técnico.

Fora esta questão dos centros de computação, existe também o mercado da instalação de redes wi-fi não só nas empresas mas também nas residências e condomínios, oferecendo várias formas de ampliar o alcance das redes, tal como mostranos na Revista PnP nº 24. Hoje em dia todo mundo é dependente de seus smartphones, tablets e notebooks, e para que possam usufruir confortavelmente de seus equipamentos é preciso ter uma rede local bem instalada, configurada de modo que todos os pontos tenham segurança e bom sinal de internet Wi-Fi. Aliás, a segurança é um fator crítico, pois numa empresa ou condomínio é preciso permitir que as pessoas usem seus dispositivos mas sem que afetem a segurança da rede e dos servidores da instituição. Trata-se da tecnologia BYOD, que significa “Bring Your Own Device”, ou seja, Traga Seu Próprio Dispositivo. Futuramente abordaremos o BYOD na Revista PnP.

Em outras palavras, não basta mais o técnico limitar-se a dimensionar e instalar os servidores, os roteadores e os equipamentos de rede. Se tudo isto estiver funcionando, as pessoas já terão a sensação de estar “em casa” pois seus tão queridos smartphones estarão funcionando bem. Contudo, sempre é possível melhorar o bem estar cuidando do condicionamento de ar, seja melhorando o que lá existe, com equipamentos mais modernos, mais silenciosos e que gastem menos energia, ou propondo que se instale um sistema de condicionamento de ar. A mesma oportunidade que o técnico teve para melhorar ou instalar um rede, o mesmo contato com um possível cliente, pode ser aproveitado para oferecer também o serviço de instalação, manutenção ou upgrade do sistema de ar condicionado. A estrutura de oficina é bastante parecida, a estrutura de atendimento é a mesma, só que os valores dos serviços costumam ser bem maiores. Podemos, sem medo de errar, afirmar que o técnico de informática que também aprendeu a oferecer serviços de condicionamento de ar obteve um grande upgrade em sua carreira.

Tem que entender um pouco do assunto, nem que seja só para aconselhar um cliente, mas o ideal mesmo é entregar logo um conjunto completo que atenda às necessidades de seus clientes, não só com a parte de computadores e redes, mas também com as condições necessárias para que tudo funcione a contento, incluindo-se aí condicionamento de ar, segurança e energia sem interrupções. E com isso, claro, abrindo um novo campo de trabalho que pode, com o tempo, acabar tornando-se mais importante do que a própria informática.

O artigo sobre ar condicionado que faz parte da Revista PnP nº 35 não se propõe a esgotar o assunto. Mesmo sendo um artigo longo e detalhado, ainda resta muito mais a aprender, experimentar e testar. Mas o artigo atende perfeitamente à nossa proposta de diversificação dos serviços daqueles que prestam atendimento de serviços de informática. Sugerimos fortemente sua leitura atenta e, depois disto, um olhar igualmente atento às oportunidades que existem por aí. E continue acompanhando nosso trabalho em prol dos técnicos de informática, mandando para nós suas inquietações, problemas, sentimentos e descobertas, para que posssamos juntos melhorar nossa categoria como um todo.

Veja este artigo na íntegra no site da PnP: A importância do ar condicionado na informática: muito além do ar fresco


ATUALIZAÇÃO:
• O Windows 10 está mostrado discutido em profundidade na Revista PnP nº 34 nos artigos “Instalação profissional do Windows 10”. Sugerimos a leitura deste artigo para um melhor entendimento e análise do que o Windows 10 representa para os técnicos e seus clientes.
• A mídia de instalação oficial pode ser adquirida direto da Revista PnP, testada e pronta para uso, sem vírus ou qualquer modificação. Vide aqui


Revista PnP nº 35 em um só clique (EM 3X SEM JUROS no cartão!!!):

Pacotes promocionais da Revista PnP