[Revista PnP] Precisa reformatar quando aumenta a memória RAM de um PC? 
Login: 
Senha:   
Fazer cadastro conosco

Home   Edições impressas  
Edições digitais   CDs e DVDs  
Dicas técnicas   Como comprar  
Quer colaborar?   Sugira uma matéria  
Boletins   Como é feita a Revista PnP?  
Fale conosco   Serviços ao cliente  
Erratas   Sobre a Revista PnP...  
Perguntas mais frequentes (FAQ)  
Cursos e eventos  
Google

Você está aqui: Indeterminado
Artigo

Precisa reformatar quando aumenta a memória RAM de um PC?

Questão colocada pelo leitor

Gostaria de saber se quando se aumenta memória RAM de um PC é necessário reformatar só por isso? Ou seja, para aumentar o desempenho? Ou depende do Sistema Operacional? Enfim, só vocês mesmo para elucidarem esta questão que é tema de discussão de tantos fóruns e ninguém dá uma explicação realmente técnica...


Nossa respostaSe estivermos falando de PCs com Windows, a resposta mais correta seria “depende”. Existem situações onde a reformatação é necessária, em outras não. Vamos explicar:

Quando se aumenta a memória RAM de um PC com Windows o BIOS já reconhece a nova memória e o Windows também se ajusta à nova memória. Então, a princípio, nada a fazer quanto a isto. Mas existem três pontos a considerar.

O primeiro deles é a memória virtual (área de swap). Quando se instala o Windows ele cria automaticamente uma memória virtual condizente com a memória RAM disponível no momento. Se a memória for aumentada então é preciso entrar nas “Configurações Avançadas do sistema”, Avançado, Desempenho, Configurações, Avançado, Memória Virtual, e ajustar a “Memória virtual” para um valor entre 1 a 2 vezes a quantidade de memória RAM. Por exemplo, se o micro tiver 2Gb de RAM a memória virtual deve ficar entre 2 a 4 GB. Lembramos que memória virtual é um espaço no HD reservado para que o Windows possa fazer o Swap, ou seja, trocar dados da memória para o HD e vice-versa. Se a área de swap não for ajustada, o micro poderá ficar lento se estiver rodando mais programas do que cabe na memória RAM, pois se o espaço na memória virtual for insuficiente o Windows vai começar a trabalhar com arquivos temporários, num processo que é bem mais lento.

O segundo ponto a ser considerado é a versão do Windows. As versões de 32 bits (como é o caso do Windows XP e Windows 7 Starter) só reconhecem, teoricamente, até 4 GB e, na prática, até 3,5 GB. Se houver mais RAM do que isto, o Windows usará até o limite que é capaz de endereçar. Neste caso, se o micro tiver mais que 4GB, será preciso reformatar o HD para instalar uma versão de 64 bits do Windows, capaz de reconhecer até muitos e muitos GB (o máximo vai depender da versão de Windows).

O terceiro ponto a ser considerado é que aumento de memória NÃO SIGNIFICA QUE O MICRO FICARÁ MAIS RÁPIDO. O micro só ficará mais rápido em casos específicos. O primeiro deles é se o micro estava com memória abaixo do mínimo necessário para executar o Windows, caso típico dos micros antigos ou dos mais baratos atualmente, que costumam vir com 512 MB a 1 GB de RAM. Para rodar o Windows 7, em qualquer versão é preciso ter pelo menos 2 GB. Mas, se o usuário roda programas pesados e/ou roda muitos programas ao mesmo tempo, pode ser preciso ter muito mais memória que isto para fazer alguma diferença. De maneira geral, os usuários que aumentam a memória de seus PCs ficam decepcionados, pois percebem pouca ou nenhuma diferença, porque o que tinham antes já era adequado às suas atividades. E, nestes casos, de nada adiantará formatar o HD.


Publicado em 24/09/2013 às 00:00 hs


Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato
Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Login:
Senha:
  • Se você já se cadastrou no site, basta fornecer seu nome e senha.
  • Caso ainda não tenha se cadastrado basta clicar aqui.


 

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR!

Colabore com nosso site, contribua para o desenvolvimento da informática e, de quebra, aumente seu currículo e promova sua empresa!
É simples:
  • Se você é uma pessoa física e deseja colaborar com notícias, artigos e sugestões, veja a seção Quero colaborar
  • Caso tenha uma empresa do setor e quer divulgá-la junto aos nossos visitantes, veja a seção Anuncie
  • Caso sua empresa faça Assessoria de Imprensa para um ou mais clientes, você pode mandar os releases para nossos repórteres e teremos a maior satisfação divulgar as notícias neste espaço.
  • Se você é um órgão de imprensa, contate-nos em imprensa@luzes.org e conheça as várias maneiras para interagir com nosso site e nossos visitantes.

Tel (11) 3483-9868
Fax (11) 2368-4666
Email: leitor@revistapnp.com.br
  • Por favor entre em contato para qualquer dúvida, imprecisão do conteúdo ou informação indevidamente divulgada.
  • Os artigos e demais informações assinadas são de integral responsabilidade de seus autores.
  • O conteúdo deste site está protegido pelo Acordo Internacional da Creative Commons.
  • Os produtos e serviços de terceiros aqui divulgados são de inteira responsabilidade de seus anunciantes.
  • Nosso nome, logomarca e demais sinalizações estão protegidas na forma da lei.