[Revista PnP] Será que o Windows 7 é realmente melhor do que o XP para um micro com Atom? 
Login: 
Senha:   
Fazer cadastro conosco

Home   Edições impressas  
Edições digitais   CDs e DVDs  
Dicas técnicas   Como comprar  
Quer colaborar?   Sugira uma matéria  
Boletins   Como é feita a Revista PnP?  
Fale conosco   Serviços ao cliente  
Erratas   Sobre a Revista PnP...  
Perguntas mais frequentes (FAQ)  
Cursos e eventos  
Google

Você está aqui: Indeterminado
Artigo

Será que o Windows 7 é realmente melhor do que o XP para um micro com Atom?

Questão colocada pelo leitor

Gostaria de saber se o Windows 7 realmente é o melhor para um processador Atom 1.60 (2GB de RAM DDR3) do que um Windows XP. Faço essa pergunta porque estou com um PC com este processador e ele está muito lento. Já fiz a manutenção básica que resolve na maioria das vezes como scandisk, desfragmentação, limpeza de arquivos temporários e do registro e escaneamento antivirus, mas a máquina continua lenta. Acho que agora é o caso de partir para a formatação e pensei em colocar o XP que é mais leve, mas não estou certo quanto a compatibilidade do XP com esse processador, será que o Windows 7 não seria mesmo o melhor ?


Nossa respostaO processador Atom 1.6 usado nos netbooks é lento mesmo, quando comparado aos demais processadores da Intel da mesma época. O Atom foi projetado para netbooks e tablets, só para rodar serviços básicos como internet e Word. Nem pensar em rodar um Autocad ou jogos nele...

Um micro desses com o Windows XP provavelmente ficará mais lento do que com o sistema que foi feito para ele, que no caso é o Windows 7 versões Starter ou Basic. Mas, para saber ao certo, só mesmo fazendo o teste. Acredito que o XP reconheça o processador, o problema são os drivers para os outros dispositivos como vídeo, som, rede etc. Por isso, antes de formatar, sugerimos que verifique se o fabricante fornece estes drivers. Mas não espere muita coisa. O Atom já é meio lento, e quando montado em um netbook, onde o importante é a portabilidade e o consumo de bateria, os fabricantes o deixam ainda mais limitado justamente para gastar menos energia.


Publicado em 12/12/2011 às 00:00 hs


Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato
Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Login:
Senha:
  • Se você já se cadastrou no site, basta fornecer seu nome e senha.
  • Caso ainda não tenha se cadastrado basta clicar aqui.


 

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR!

Colabore com nosso site, contribua para o desenvolvimento da informática e, de quebra, aumente seu currículo e promova sua empresa!
É simples:
  • Se você é uma pessoa física e deseja colaborar com notícias, artigos e sugestões, veja a seção Quero colaborar
  • Caso tenha uma empresa do setor e quer divulgá-la junto aos nossos visitantes, veja a seção Anuncie
  • Caso sua empresa faça Assessoria de Imprensa para um ou mais clientes, você pode mandar os releases para nossos repórteres e teremos a maior satisfação divulgar as notícias neste espaço.
  • Se você é um órgão de imprensa, contate-nos em imprensa@luzes.org e conheça as várias maneiras para interagir com nosso site e nossos visitantes.

Tel (11) 3483-9868
Fax (11) 2368-4666
Email: leitor@revistapnp.com.br
  • Por favor entre em contato para qualquer dúvida, imprecisão do conteúdo ou informação indevidamente divulgada.
  • Os artigos e demais informações assinadas são de integral responsabilidade de seus autores.
  • O conteúdo deste site está protegido pelo Acordo Internacional da Creative Commons.
  • Os produtos e serviços de terceiros aqui divulgados são de inteira responsabilidade de seus anunciantes.
  • Nosso nome, logomarca e demais sinalizações estão protegidas na forma da lei.