[Revista PnP] Melhor caminho para regularizar Windows XP e Office piratas 
Login: 
Senha:   
Fazer cadastro conosco

Home   Edições impressas  
Edições digitais   CDs e DVDs  
Dicas técnicas   Como comprar  
Quer colaborar?   Sugira uma matéria  
Boletins   Como é feita a Revista PnP?  
Fale conosco   Serviços ao cliente  
Erratas   Sobre a Revista PnP...  
Perguntas mais frequentes (FAQ)  
Google

Você está aqui: Indeterminado
Artigo

Melhor caminho para regularizar Windows XP e Office piratas

Questão colocada pelo leitor

Sou técnico em informática e um de meus clientes tem nove micros, entre Pentium IV, Dual Core e Core 2 Duo. Todos rodam o Windows XP e Office PIRATAS. Pretendo regularizar a situação de todos seus softwares.

Gostaria de saber, qual o melhor caminho e mais barato para isso. Ainda é possível licenciar o XP? Ou já tenho que fazer upgrade das máquinas e licenciar todos com Windows 7? Conto com a experiência de vocês, para me ajudar a encontrar a melhor viabilidade econômica, e também todos os procedimentos para licenciamento do Windows e Office.


Nossa respostaDesde o lançamento do Windows 7, em outubro de 2009, as licenças do XP deixaram de ser vendidas nas lojas. Mas sempre dá contatar a Microsoft ou um de seus revendedores e regularizar a situação do seu cliente. É possível também comprar licenças do Windows 7 e fazer um downgrade para o XP, mas é preciso contatar a Microsoft para saber a versão exata do Windows 7 e os procedimentos.

Alguns revendedores vendem as licenças corporativas tanto do XP quanto do 7, recomendamos dar uma procurada em sua cidade. Existem também várias revendas fazendo liquidação do XP, dê uma procurada no Mercado Livre ou no Buscapé.

Dentre estas opções, em nossa opinião, é melhor comprar o Windows 7 e fazer um downgrade. Gasta-se um pouco a mais do que comprar as licenças do XP, mas em compensação já terá um sistema operacional mais moderno para quando as máquinas forem sendo substituidas ou melhoradas.

Uma dica: o Windows 7 Home Basic e o Starter são mais baratos e rodam em máquinas mais antigas com processadores de núcleo simples e 1 GB de RAM. É preciso apenas verificar se o restante do hardware (impressoras, scanners, etc.) é compatível.


Publicado em 09/04/2010 às 00:00 hs


Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato
Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato

NOSSOS LEITORES JÁ FIZERAM 1 COMENTÁRIO sobre este artigo:
De: (em 13/01/2011 às 17:26 hs)
Clonagem de HD
Fiz a clonagem de um HD com Windows XP o Hd de 80 gb para um de 160gb depois da clonagem o o de 160 gb ficou todo ocupado como faço para que volte o normal o HD de 160gb ocupe os 80gb do HD que clonei.

Comente você também:

Login:
Senha:
  • Se você já se cadastrou no site, basta fornecer seu nome e senha.
  • Caso ainda não tenha se cadastrado basta clicar aqui.


 

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR!

Colabore com nosso site, contribua para o desenvolvimento da informática e, de quebra, aumente seu currículo e promova sua empresa!
É simples:
  • Se você é uma pessoa física e deseja colaborar com notícias, artigos e sugestões, veja a seção Quero colaborar
  • Caso tenha uma empresa do setor e quer divulgá-la junto aos nossos visitantes, veja a seção Anuncie
  • Caso sua empresa faça Assessoria de Imprensa para um ou mais clientes, você pode mandar os releases para nossos repórteres e teremos a maior satisfação divulgar as notícias neste espaço.
  • Se você é um órgão de imprensa, contate-nos em imprensa@luzes.org e conheça as várias maneiras para interagir com nosso site e nossos visitantes.

Tel (11) 3483-9868
Fax (11) 2368-4666
Email: leitor@revistapnp.com.br
  • Por favor entre em contato para qualquer dúvida, imprecisão do conteúdo ou informação indevidamente divulgada.
  • Os artigos e demais informações assinadas são de integral responsabilidade de seus autores.
  • O conteúdo deste site está protegido pelo Acordo Internacional da Creative Commons.
  • Os produtos e serviços de terceiros aqui divulgados são de inteira responsabilidade de seus anunciantes.
  • Nosso nome, logomarca e demais sinalizações estão protegidas na forma da lei.