[Revista PnP] Lan house: melhor usar conexão PPPoE ou IP Fixo? 
Login: 
Senha:   
Fazer cadastro conosco

Home   Edições impressas  
Edições digitais   CDs e DVDs  
Dicas técnicas   Como comprar  
Quer colaborar?   Sugira uma matéria  
Boletins   Como é feita a Revista PnP?  
Fale conosco   Serviços ao cliente  
Erratas   Sobre a Revista PnP...  
Perguntas mais frequentes (FAQ)  
Google

Você está aqui: Indeterminado
Artigo

Lan house: melhor usar conexão PPPoE ou IP Fixo?

Questão colocada pelo leitor


Tenho uma lan house com 18 PCs. Como conexão de internet estou usando o Speedy (nome da conexão ADSL PPPoE da Telefonica em SP) Turbo há 2 anos. Só que, segundo a Telefonica, esta conexão não é mais vendida e fica me oferecendo uma atualização para o IP fixo, sendo que atualmente uso IP dinâmico através de conexão PPPoE.

Só que esse Speedy Turbo, como é antigo, funciona bem ficando sempre entre 1,5 mbps a 3 mbps, isso quando as máquinas não estão todas ocupadas. Segundo a Telefonica, seria melhor eu migrar porque ia ter vantagens como o acesso remoto de onde eu estivesse. Entretanto, conversando com o atendente me foi dito que um link de 4 mbps funciona bem só em 8 PCs.

Estou confuso e por isso queria saber de vocês se seria uma boa essa mudança, com a experiência que vocês ai da Revista PnP têm poderia me ajudar. Pretendo colocar câmera para ver de outro lugar o ambiente da minha loja, por isso o IP fixo seria uma boa, mas estou com medo de mudar e a internet ficar lenta. Além do mais, vou ter que mudar toda as configurações dos micros... Por favor, poderiam me ajudar? Agradeço e muito obrigado.


Nossa respostaOs atendentes da Telefonica, principalmente os de venda, têm pouco ou nenhum conhecimento técnico. O mesmo podemos dizer da maioria das concessionárias de serviço de banda larga. Via de regra, os atendentes ficam apenas lendo as instruções que aparecem na tela, repetindo-as como um papagaio... Pouco ou nada entendem do que estão falando. E podemos dizer isto com absoluta certeza, pois lidamos com estes atendentes desde que apareceram as primeiras conexões de banda larga no Brasil, justamente oferecidas pela Telefonica. Foram anos de convívio e de atendimentos telefônicos que seriam até piada, se não fossem de muito mau gosto...

No caso relatado pelo leitor, os atendentes devem ter uma tabelinha qualquer que indica que “para tantos computadores, link de tanto” e assim por diante. Só que isto é uma simplificação grosseira, porque, na verdade, a coisa não pode ser assim tão simplificada, pois a velocidade de conexão em cada máquina depende não apenas da velocidade do link externo, mas principalmente do tráfego de cada estação. A banda de internet disponível na conexão será distribuída entre os micros da rede interna da forma que estiver configurada no roteador. Pode ser dividido igualmente ou dando preferência para certas estações, proporcionalmente, da forma que mostramos na seção Correio Técnico da Revista PnP nº 14.

Em locais onde se usa a internet profissionalmente e, mais ainda, onde ela é a própria mercadoria a ser vendida, como é o caso de uma lan house, o certo é realmente ter um link corporativo, com IP fixo, ao invés de um IP dinâmico com PPPoE, como é o caso do Speedy Home da Telefonica. Eete tipo de conexão (PPPoE) foi criado para uso doméstico, inibindo o uso de serviços como FTP, HTTP, POP, SMTP e qualquer outro que dependa de IP fixo.

Outro diferencial das conexões de internet empresariais é que a rede interna usada na empresa concessionária é outra, geralmente de melhor melhor do que as usadas para as conexões domésticas. O atendimento ao consumidor também é diferente, os atendentes devem ser instruídos a repassar para o setor técnico com mais facilidade e sem muita burocracia, pois se pressupõe corporativo que o cliente tem conhecimentos técnicos e necessidades mais avançados.

Ao fazer a mudança do tipo de conexão, os computadores da rede interna não precisarão sofrer mudança alguma de configuração. Isto porque eles devem estar configurados de acordo com a rede interna do roteador, e não com a rede externa que, no caso, é o link de internet. A única alteração a ser feita é realmente no roteador, que precisa pegar a internet de um IP fixo e não de um IP variável com autenticação, como é o caso do PPPOE que o leitor usa atualmente.

Em resumo, aconselhamos fazer a mudança para o IP fixo, ou seja, partir para num plano empresarial. Este tipo de conexão é bem mais cara do que as domésticas, mas costumam ser de melhor qualidade e também permitem outros usos, como o citado acesso remoto para ver as câmeras de segurança, sem falar da possibilidade de implantar um servidor de emails interno (serviços POP e SMTP), transferência de arquivos (FTP), hospedagem de sites (serviço HTTP) e muitos outros, ampliando o leque de serviços que a lan house pode oferecer.


Publicado em 08/10/2009 às 00:00 hs


Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato
Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Login:
Senha:
  • Se você já se cadastrou no site, basta fornecer seu nome e senha.
  • Caso ainda não tenha se cadastrado basta clicar aqui.


 

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR!

Colabore com nosso site, contribua para o desenvolvimento da informática e, de quebra, aumente seu currículo e promova sua empresa!
É simples:
  • Se você é uma pessoa física e deseja colaborar com notícias, artigos e sugestões, veja a seção Quero colaborar
  • Caso tenha uma empresa do setor e quer divulgá-la junto aos nossos visitantes, veja a seção Anuncie
  • Caso sua empresa faça Assessoria de Imprensa para um ou mais clientes, você pode mandar os releases para nossos repórteres e teremos a maior satisfação divulgar as notícias neste espaço.
  • Se você é um órgão de imprensa, contate-nos em imprensa@luzes.org e conheça as várias maneiras para interagir com nosso site e nossos visitantes.

Tel (11) 3483-9868
Fax (11) 2368-4666
Email: leitor@revistapnp.com.br
  • Por favor entre em contato para qualquer dúvida, imprecisão do conteúdo ou informação indevidamente divulgada.
  • Os artigos e demais informações assinadas são de integral responsabilidade de seus autores.
  • O conteúdo deste site está protegido pelo Acordo Internacional da Creative Commons.
  • Os produtos e serviços de terceiros aqui divulgados são de inteira responsabilidade de seus anunciantes.
  • Nosso nome, logomarca e demais sinalizações estão protegidas na forma da lei.