[Revista PnP] Qual a diferença entre “Dual Core” e “Core 2 Duo” 
Login: 
Senha:   
Fazer cadastro conosco

Home   Edições impressas  
Edições digitais   DVDs e pendrives  
Dicas técnicas   Como comprar  
Quer colaborar?   Sugira uma matéria  
Boletins   Como é feita a Revista PnP?  
Fale conosco   Serviços ao cliente  
Erratas   Sobre a Revista PnP...  
Perguntas mais frequentes (FAQ)  
Cursos e eventos  
Google

Você está aqui: Indeterminado
Artigo

Qual a diferença entre “Dual Core” e “Core 2 Duo”

Questão colocada pelo leitor


Gostaria que vocês me esclarecessem uma dúvida. Quanto vejo anúncios de computadores desktop vejo modelos Pentium Dual Core. Esses seriam uma evolução na família Pentium 1, 2, 3, 4, quer dizer, seria na verdade um Pentium 5?

Afinal então o que define a tecnologia Core 2 se não o numero de núcleos? Pois pelo que li o Pentium Dual Core também tem mais de um núcleo.


Nossa respostaO leitor está confudindo o processador Pentium Dual Core com o Core 2 Duo. O primeiro é uma evolução do Pentium 4, só que com dois núcleos. O segundo é uma outra arquitetura, que até foi derivada do Pentium 4 só que é bem mais elaborada e evoluída. Se a Intel assim o quisesse, bem que poderia ter chamado a linha Core de Pentium 5, mas por razões de mercado optou por não fazê-lo. Seria até desnecessário dizer que a linha Dual Core é bem mais barata que a linha Core, que tem processadores com 1, 2 e 4 núcleos.

Há um texto na Wikipedia que define bem a diferença entre os dois, e que passamos a reproduzir abaixo:

“O Pentium Dual-Core é um processador de núcleo duplo produzido pela Intel. Tem versões para computadores de mesa (baseados no núcleo Conroe e Wolfdale) e para portáteis (com o núcleo Merom). O Pentium Dual Core é o modelo intermediário da empresa de hardware Intel.

Os Pentium Dual Core conhecidos atualmente possuem o núcleo baseado na arquitetura Core 2 Duo fabricada pela Intel. A Intel achou necessário "reviver" a marca Pentium novamente. Um modelo de processador, que de 2002 a 2006 foi fabricado, possuia a mesma nomenclatura, sendo o Pentium D, com núcleo duplo, mas diferenciando-se dos atuais por utilizar a arquitetura Netburst, demasiadamente lenta se comparada com a atual, a Core 2. A maior diferença é a dissipação térmica, ou aquecimento, que na Netburst, a mais primitiva das duas, iam a altos 135 watts, fato que se deve ao processso de fabricação dos processadores, de 150 nanômetros a 90 nanômetros, destacando-se os Core 2 são, fabricados em 65 e 45 nanômetros, sendo este último valor pertencente ao núcleo Wolfdale, e possui cache L2 de 2MB, 800MHz de FSB e diferencia-se do topo de linha dos Pentium-D que possuiam até 4MB de cache, mas o mesmo barramento FSB (freqüência). (Para maiores informações consulte ambas seções que possuem um maior detalhamento sobre a arquitetura eletrônica dos chips de processador: Netburst ou Core 2).

Em sua essência os Pentium Dual Core eram apenas processadores que saiam de fábrica como meros Pentium tradicionais, conforme já foi citado, os Pentium D, que eram dois núcleos também. A necessidade foi vista pela Intel em 2006 para jogar novamente o nome do Pentium no mercado, lançando os processadores que incluiam no mínimo uma freqüência mínima de 1.6GHz, introduzindo em junho de 2006 o primeiro modelo da marca, o Pentium Dual Core E2140. Ao empregar então o núcleo duplo, diversas revisões foram feitas em relação aos antigos Pentium D Dual Core, introduzindo-se novos comandos para os processadores e incluindo um aparente ganho de performance em relação a geração anterior, não sendo “tão bom quanto um Athlon 64 FX, e nem ao menos os Core 2 Duo, devido ao cache L2 capado a 1MB em relação aos 2MB mínimos (na época os processadores Core 2 Duo com núcleo Conroe, lançados também em 2006)”. Os Dual core possuiam um FSB, ou Front Side Bus, de 533MHz a 800MHz efetivos, diferenciando-se dos Core 2 Duo que vão de 800MHz à até mesmo 1333MHz efetivos, que não são os modelos de entrada da Intel.

Após algum tempo os Dual Core passaram a ser fabricados sobre a nomenclatura E2xxx, o que representa que a arquitetura Netburst dos antigos Pentium 4 empregadas, o que chamamos então de sobra-de-estoque, não mais foram empregadas na fabricação dos Dual Core (os Pentium Dual Core) e passaram a se chamar Pentium Dual Core E21xx, sendo o modelo de entrada o E2140 com freqüência de 1.6GHz em ambos os núcleos e uma capacidade de cache-L2 de apenas 1MB que utiliza o mesmo núcleo que o Celeron mais barato da categoria Intel, só que com a diferença de que possui dois núcleos, o Dual Core, ao invés de apenas um.”


Publicado em 05/10/2009 às 00:00 hs


Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato
Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato

NOSSOS LEITORES JÁ FIZERAM 1 COMENTÁRIO sobre este artigo:
De: neutron.vista (em 15/10/2009 às 14:42 hs)
processadores da intel
Muito boa esta matéria, é de grande valia para os internautas e técnicos entenderem como funciona a arquitetura dos processadores Intel, o qual tem gente que diz se o melhor, mas tem processadores que suportam determinados programas e hardwares e outros quase nada de suporte pois é para ter uma experiência com intel para saber como funciona.

Comente você também:

Login:
Senha:
  • Se você já se cadastrou no site, basta fornecer seu nome e senha.
  • Caso ainda não tenha se cadastrado basta clicar aqui.


 

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR!

Colabore com nosso site, contribua para o desenvolvimento da informática e, de quebra, aumente seu currículo e promova sua empresa!
É simples:
  • Se você é uma pessoa física e deseja colaborar com notícias, artigos e sugestões, veja a seção Quero colaborar
  • Caso tenha uma empresa do setor e quer divulgá-la junto aos nossos visitantes, veja a seção Anuncie
  • Caso sua empresa faça Assessoria de Imprensa para um ou mais clientes, você pode mandar os releases para nossos repórteres e teremos a maior satisfação divulgar as notícias neste espaço.
  • Se você é um órgão de imprensa, contate-nos em imprensa@luzes.org e conheça as várias maneiras para interagir com nosso site e nossos visitantes.

Tel (11) 3483-9868
Fax (11) 2368-4666
Email: leitor@revistapnp.com.br
  • Por favor entre em contato para qualquer dúvida, imprecisão do conteúdo ou informação indevidamente divulgada.
  • Os artigos e demais informações assinadas são de integral responsabilidade de seus autores.
  • O conteúdo deste site está protegido pelo Acordo Internacional da Creative Commons.
  • Os produtos e serviços de terceiros aqui divulgados são de inteira responsabilidade de seus anunciantes.
  • Nosso nome, logomarca e demais sinalizações estão protegidas na forma da lei.