[Revista PnP] O iPad da Apple está mudando a indústria de informática. Veja 10 motivos porque. 
Login: 
Senha:   
Fazer cadastro conosco

Home   Edições impressas  
Edições digitais   CDs e DVDs  
Dicas técnicas   Como comprar  
Quer colaborar?   Sugira uma matéria  
Boletins   Como é feita a Revista PnP?  
Fale conosco   Serviços ao cliente  
Erratas   Sobre a Revista PnP...  
Perguntas mais frequentes (FAQ)  
Cursos e eventos  
Google

Você está aqui: Home » Artigos sobre Empresas e Negócios
Artigo (veja mais 11 artigos nesta área)

O iPad da Apple está mudando a indústria de informática. Veja 10 motivos porque.


O iPad da Apple, um computador no formato tablet, está fazendo bem mais do que encher os bolsos dos seus fabricantes. Na verdade, o iPad e seus congêneres de outras marcas estão mudando a face de toda a indústria de informática, de maneira bastante consistente. Numa leitura mais rasa, o iPad está roubando vendas de outros tipos de computador, tanto os de mesa quanto os notebooks e netbooks, mas além desta questão imediata de mercado ele está criando novos desafios para os desenvolvedores de software e para todo mundo que tem seu negócio baseado na internet, balançando com as fundações de toda uma indústria. Veja as 10 maneiras como isto vem acontecendo.

O iPad da Apple é um computador pequeno, no formato “tablet”, que tem vendido muito bem desde seu lançamento. Apenas em 2010, a Apple alega ter vendido 15 milhões de unidades, um feito e tanto para qualquer produto de consumo, ainda mais se considerarmos que o iPad não é barato, mesmo nos EUA, seu país de origem. E o sucesso continuou em 2011: durante o primeiro trimestre desse ano, a Apple divulgou que vendeu 4,69 milhões de unidades, solidificando sua posição como a mais influente e dominante no mercado de tablets. Agora, todos os demais fabricantes, incluindo-se aí Samsung, Google, Motorola e RIM (Research In Motion da Blackberry) estão tentando pelo menos não fazer feio neste mercado, mas sabem que a briga com a Apple vai ser dura.

Entretanto, a importância do iPad para o mercado de TI vai muito além do mercado de tablets. É preciso analisar porque um dispositivo assim, caro e limitado, tem tanto apelo para os consumidores, explodindo as vendas num nicho de mercado que vem sendo tentado há anos por outros fabricantes, mas sem qualquer sucesso. Os fabricantes estão até agora se perguntando o que é que este aparelhinho tem de tão sedutor para os consumidores, apelo este que está mudando os outros segmentos do mercado, e esta influência não pára de crescer.

Em resumo, queremos dizer que o iPad está mudando a indústria da tecnologia em várias formas, que dividimos em 10 tópicos para facilitar o entendimento do que está ocorrendo ou pode ocorrer no futuro próximo:

1 - O iPad fez com que os tablets conquistassem a atenção das pessoas

É importante lembrar-nos de que, antes do lançamento do iPad, já havia PCs no formato tablet nas lojas. Entretanto, estes tablets eram dispositivos voltados a nichos específicos e que não conseguiam atingir o grande mercado consumidor. O mérito do iPad é ter mudado esta situação, deflagrando uma corrida para projetar e lançar no mercado dispositivos parecidos com ele. Hoje, o que importa não é apenas o computador estar no formato tablet, mas de ter pelo menos um pouco da aparência, dos recursos e do apelo do iPad.

2 - Quem ainda precisa de netbooks?

Antes do lançamento do iPad os netbooks eram o dispositivo predileto daqueles que precisam ser produtivos enquanto andam por aí. Havia até algumas especulações a respeito dos netbooks canibalizarem as vendas dos notebooks, dispositivos similares porém mais potentes e mais pesados e caros. Mas tudo isso mudou quando a Apple lançou o iPad, agora parece uma questão de tempo antes que as vendas de netbooks caiam bastante, enquanto que os notebooks deverão manter suas vendas estáveis porque baixaram muito de preço e ganharam uma variedade tal que pode atender a diversos públicos, inclusive o que usava os primeiros netbooks.

3 - O uso da demanda reprimida

Sem dúvida, os netbooks não são os únicos tipos de computador que podem perder a preferência dos consumidores, agora que os iPad estão nas lojas. Notebooks mais leves, geralmente com telas entre 13 a 15 polegadas e com vários recursos, assim como seus irmãos mais pesados, caros e potentes, também estão tendo problemas para serem vendidos no mesmo volume de antes. Com a recessão econômica provocada nos países ricos a partir de 2008, os consumidores estão demorando mais para trocar seus computadores, sejam eles de qual tipo for. Havia uma certa demanda reprimida quando o iPad foi lançado, o que talvez explique parcialmente sua explosão de vendas. Com o dinheiro curto, as pessoas deviam estar esperando para trocar seus notebooks, mas não viam muitos motivos para isto, e o motivo foi o apelo inegável do iPad.

4 - As telas touch screen ganharam a preferência dos usuários

As telas touch screen não se mostraram a melhor solução para usuários corporativos ou para quem precisa utilizar seu celular ou computador no trânsito ou andando na rua, mas funcionam muito bem nos smartphones topo de linha e, principalmente, nos computadores no formato tablet. Desde que o iPad se tornou tão popular, as telas touch screen tornaram-se um recurso muito desejável em todos os produtos similares e concorrentes. É uma mudança importante e que terá desdobramentos no futuro próximo, veremos o que isto influenciará na computação em geral.

5 - O iPad está fortalecendo a posição da Apple no mercado e na mente dos consumidores

É difícil acreditar que a Apple tornou-se uma das maiores companhias de tecnologia do mundo. Quando Steve Jogs retornou à companhia que ajudou a fundar, e de onde foi sumariamente dispensado, a empresa estava à beira da falência. Em poucos anos Jobs ajudou a criar o a linha “i” que inclui nada menos que o iPod, iPhone, iPad, iTunes, iMac e tudo o que isto significa. Atualmente a Apple tem nada menos que 36 bilhões de dólares em caixa, para investir no que bem entender e, agora, com o iPad 2 nas lojas, ficou claro que esse tablet está não apenas confirmando a potência da Apple, mas informando que os outros estão em segundo lugar e precisarão lutar muito para conseguir acompanhar o novo gigante do segmento. Até mesmo a Microsoft está tendo que ficar atenta para não ser pega de surpresa por uma nova reviravolta no mercado.

6 - Os fabricantes de PC entraram na mídia

Antes do lançamento do iPad no final de 2010, os grandes fabricantes de computador como Dell, HP e Acer sabiam que a grande maioria dos consumidores optariam por seus aparelhos antes de qualquer um outro. Mas o iPad mudou isto, o tablet da Apple tornou-se uma ameaça real para qualquer outro computador nas lojas, uma categoria à parte que vai contra todas as demais. A maioria dos vendedores de PC está encontrando dificuldades para fazer com que os consumidores optem por seus produtos. De fato, o famoso instituto de pesquisas IDC reportou em maio de 2011 que as vendas globais de computadores cairam 3,2% no primeiro trimestre de 2011, mas quando se inclui os tablets nesta conta as vendas subiram 7%. É uma mudança interessante que terá um profundo impacto na repartição do mercado nos próximos anos.

7 - O iPad é fraquinho e caro, mas vende feito água

Se alguém pensar seriamente no que pode fazer com um iPad em comparação com o mesmo valor gasto num notebook, não há contestação: o notebook oferece muito mais performance por Real investido. Um notebook vem com um sistema operacional completo e atualizável, melhores especificações técnicas, mais espaço de armazenagem e um preço que é compatível com o orçamento de um número muito maior de consumidores. Apesar disso, milhões de pessoas ao redor do mundo optaram por gastar seu suado dinheirinho num iPad, que começa em R$ 2000 e chega a até mais de R$ 3.000 (US$ 400 a 800 nos EUA). Isto significa que a Apple provou que se oferecer o produto certo e a experiência de uso que as pessoas desejam, os consumidores pagaram uma quantia considerável a mais mesmo que o aparelho não ofereça muitos dos benefícios de seus competidores. É outra mudança importante que não pode ser negligenciada pelos competidores da Apple.

8 - O mundo corporativo começou a pensar além dos horizontes do Windows

Pela primeira vez nas últimas 2 décadas, o mundo corporativo está pensando em mais do que um computador com Windows para oferecer a seus funcionários. Muitas das maiores empresas estão considerando o uso de iPads em suas operações ou para aliar a seus produtos. Se esta tendência virar realidade, e os executivos começarem a optar por um iPad ao invés, digamos, de um PC com Windows, seja este desktop ou notebook, então isto poderá ser o início de sérios problemas para muitos vendedores de computadores e, principalmente, para a Microsoft. O Windows ainda vai reinar supremo dentro das empresas por um bom tempo, mas sua importância tenderá a ser cada vez menor no mundo corporativo.

9 - A importância da Microsoft vai diminuir

Com esta tendência em mente, é digno de consideração o impacto que o iPad poderá representar aos negócios da Microsoft. Agora mais do que nunca a importância da Microsoft tenderá a declinar. A empresa vem se mostrando seguidamente incapaz de oferecer algum produto similar ao Windows para dispositivos menores que um netbook, ou melhor dizendo, para ser usado em smartphones e tablets. A Microsoft divulga que pretende fazer dos tablets uma parte importante de sua estratégia para os próximois anos, e pelo jeito o Windows 8 será a arma que a empresa pretende usar para combater a Apple, com seu iOS, e a Google, com seu Android. Mas, até que o Windows 8 apareça e mostre suas qualidades, poderá ser tarde para que a Microsoft consiga algum sucesso num mercado que já estará consoliddado com a Apple em primeiro lugar disparado, e concorrentes “menores” usando Android disputando um longínquo segundo lugar.

10 - Esta é uma batalha de gigantes (e a Microsoft está de fora)

O sucesso da Apple com seu tablet acirrou a competição da empresa com o Google. A batalha entre as duas empresa começou no mundo dos smartphones, onde ambas começaram juntas a disputar a atenção dos consumidores. Agora que o iPad disparou nas vendas e os smartphones com Android ganharam a atenção dos consumidores, uma nova frente de batalha se abriu. Olhando mais à frente, espera-se que as duas empresas lutem pelo domínio em outros setores. E a Microsoft? Bem, se esta empresa não se reinventar, corre o risco de ficar em terceiro lugar, só observando Apple e Google brigando entre si... Os maiores beneficiários desta luta toda são os consumidores, que terão muitas opções pela frente, mas os mesmos consumidores também perdem, por outro lado, pois está se formando um oligopólio entre estas três empresas, que com o tempo vão se acertar e enfiar goela abaixo dos consumidores o que for melhor para elas. Só o tempo dirá qual tendência prevalecerá.

Publicado em 06/05/2011 às 00:00 hs


Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato
Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato

NOSSOS LEITORES JÁ FIZERAM 2 COMENTÁRIOS sobre este artigo:
De: PATRICK (em 16/05/2011 às 09:38 hs)
Finalmente o computador ficou acessível
Parece que finalmente o computador se tornou um item acessível. E não estou falando apenas de preço. Para saber usar (de verdade) um computador com sistema Windows, o usuário leva um determinado tempo, e muitos investem um dinheiro em cursos de computação. E mesmo assim o Windows ainda dá olé em muita gente. Linux nem se fala. Ainda não tenho um iPad, mas esse dispositivo caiu mesmo no gosto das pessoas. E parece que justamente pelo fato de ter “limitações de uso”, se comparado a um computador convencional (Desktop ou Notebook), é que faz dele um sucesso. Quantos recursos as pessoas usam em um computador? O iPad permite justamente que as pessoas comuns façam um excelente uso dos recursos que ele tem, ao invés de oferecer trocentos recursos sem destacar nenhum. E digo pessoas comuns porque o iPad não necessita de curso básico de 30 horas para você aprender o básico. Ao pagar (caro?) pelo iPad, você já sabe o que espera dele.
De: shurek (em 16/05/2011 às 13:52 hs)
Ipad é moda!! Ou realmente tem futuro?
No mundo globalizado vemos que tudo é moda, geralmente lançada pelos universitários. É aí que temos que analisarmos a fundo e vermos se vale a pena ou não investir tanto em um aparelho que ainda muitos nem usaram. Será que estão comprando porque todos querem ou porque sabem que é bom? Eis a questão!!! Temos que ter cuidado para não ser um “maria vai com as outras”. Eu prefiro máquinas potentes, mas tem aqueles que gostam de bikes!!!

Comente você também:

Login:
Senha:
  • Se você já se cadastrou no site, basta fornecer seu nome e senha.
  • Caso ainda não tenha se cadastrado basta clicar aqui.


TEMOS MAIS 11 ARTIGOS SOBRE HERICK ESTEVES LOUREIRO:
As vendas de PCs continuam caindo. Seria o fim de uma era? Ou o que está acontecendo?
Linux ou Windows, qual é o melhor para a infraestrutura de uma empresa média?
Algumas empresas de tecnologia estão se perdendo. Isso tem a ver com os técnicos de informática?
Como pode uma empresa saber o que seus funcionários fazem em seus PCs?
Google adquire Motorola e pode virar o jogo com a Apple e seus iPads e iPhones
Porque a Microsoft está sempre mudando o Windows?
Como o técnico de informática pode lidar com a pirataria de software?
Seagate adquire subsidiária de HDs da Samsung por US$ 1,37 bilhões e inicia um duopólio
Apple troca parafusos do iPhone para restringir ainda mais a assistência técnica autônoma
Google anuncia o sistema operacional Chrome. Seria uma ameaça ao Windows?
Oracle compra Sun Microsystems e agora é dona do Java, Openoffice e MySQL
Quanto tempo vai demorar para a Apple ficar maior que a Microsoft?

 

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR!

Colabore com nosso site, contribua para o desenvolvimento da informática e, de quebra, aumente seu currículo e promova sua empresa!
É simples:
  • Se você é uma pessoa física e deseja colaborar com notícias, artigos e sugestões, veja a seção Quero colaborar
  • Caso tenha uma empresa do setor e quer divulgá-la junto aos nossos visitantes, veja a seção Anuncie
  • Caso sua empresa faça Assessoria de Imprensa para um ou mais clientes, você pode mandar os releases para nossos repórteres e teremos a maior satisfação divulgar as notícias neste espaço.
  • Se você é um órgão de imprensa, contate-nos em imprensa@luzes.org e conheça as várias maneiras para interagir com nosso site e nossos visitantes.

Tel (11) 3483-9868
Fax (11) 2368-4666
Email: leitor@revistapnp.com.br
  • Por favor entre em contato para qualquer dúvida, imprecisão do conteúdo ou informação indevidamente divulgada.
  • Os artigos e demais informações assinadas são de integral responsabilidade de seus autores.
  • O conteúdo deste site está protegido pelo Acordo Internacional da Creative Commons.
  • Os produtos e serviços de terceiros aqui divulgados são de inteira responsabilidade de seus anunciantes.
  • Nosso nome, logomarca e demais sinalizações estão protegidas na forma da lei.