[Revista PnP] Seagate adquire subsidiária de HDs da Samsung por US$ 1,37 bilhões e inicia um duopólio 
Login: 
Senha:   
Fazer cadastro conosco

Home   Edições impressas  
Edições digitais   CDs e DVDs  
Dicas técnicas   Como comprar  
Quer colaborar?   Sugira uma matéria  
Boletins   Como é feita a Revista PnP?  
Fale conosco   Serviços ao cliente  
Erratas   Sobre a Revista PnP...  
Perguntas mais frequentes (FAQ)  
Cursos e eventos  
Google

Você está aqui: Home » Artigos sobre Empresas e Negócios
Artigo (veja mais 11 artigos nesta área)

Seagate adquire subsidiária de HDs da Samsung por US$ 1,37 bilhões e inicia um duopólio


A Seagate anunciou em 19/4/2011 que adquiriu da Samsung suas operações de discos rígidos de computador (hard disk drive ou HDD). O valor pago foi de US$ 1,37 bilhões numa ação que restringiu o mercado a apenas dois fabricante. A Seagate e a Western digital agora controlam 90 porcento do mercado mundial de HDs, com a Toshiba num distante terceiro lugar.

Seagate e Samsung tinham um pacto de desenvolvimento conjunto desde agosto de 2010, e agora chegaram a uma negociação bem maior. Pelos termos do acordo, a Samsung entregará sua unidade fabricante de HDs para a Seagate em troca de certa quantia de dinheiro em caixa e uma troca de ações que totalizam US$ 1,375 bilhões. A Samsung passa a deter 10 porcento da Seagate e as duas companhias farão um intercâmbio cruzado de patentes (cross-license). Além disso, a Samsung vai fornecer chips de memória NAND para os HDs de estado sólido da Seagate e, em troca disco, a Seagate vai fornecer HDs para os micros da Samsung. As duas empresas vão desenvolver conjuntamente dispositivos de armazenamento para o mercado corporativo.

Em muitos aspectos, o acordo Seagate-Samsung é bastante similar com a aquisição da fábrica de unidades de armazenamento da Hitach feita pela Western Digital. São 2 empresas americanas se aliando a parceiros da Ásia para ganhar com a maior escala do mercado, aumentar as margens de lucratividade e focar mais no mercado corporativo. Agora, o acordo da Samsung leva a uma consolidação massiva do mercado, pois 90 porcento das vendas mundiais de discos para armazenamento ficou na mão de apenas duas empreas: Seagate e Western Digital.

Antes do acordo a Seagate, que era o segundo maior fabricante de HDs, atrás da Western Digital, detinha 30 porcento do mercado mundial. A aquisição da unidade da Samsung elevará a participação da Seagate par 40 porcento, deixando a empresa em melhores condições para competir com a líder Western Digital, que detêm 50 porcento já contando com a aquisição da unidade de HDs da Hitach por US$ 4,3 bilhões. Ambos os competidores estão utilizando da estratégia de adquirir os concorrentes como a única saída visível para conseguirem crescer, num mercado que vem tendo dificuldade em ampliar suas vendas nos últimos anos.

As entregas de HDs no primeiro trimestre de 2011 foram de cerca de 160 milhões de unidades, ou seja, 3,9% menores que os 167 milhões no último trimestre de 2010. A sencomendas estão sofrendo o impacto das vendas crescentes de computadores no formato tablet, que não usam HDs no formato tradicional e estão tirando compradores do mercado de micros portáteis. Existem outros fatores que estão diminuindo as vendas de HDs, como a diminuição da quantidade de PCs na maioria dos mercados devido ao uso crescente de armazenagem via internet. Dentro deste quadro de vendas recessivo, o crescimento orgânico das vendas é muito mais difícil de acontecer, fazendo com que os fabricantes de discos rígidos precisem se engajar nas aquisições de outras empresas para aumentar sua participação no mercado.

Samsung, por seu lado, estava achando difícil competir com rivais maiores e seria ainda mais difícil se a grande rival comprasse mais outra empresa. A empresa pensou em vender sua unidade de HDs por 1,5 bilhão de dólares, mas existem rumores de que estaria disposta a aceitar 1 bilhão por sua parte, sendo que o negócio acabou sendo fechado pelos citados 1,37 bilhão.

Publicado em 19/04/2011 às 00:00 hs


Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato
Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Login:
Senha:
  • Se você já se cadastrou no site, basta fornecer seu nome e senha.
  • Caso ainda não tenha se cadastrado basta clicar aqui.


TEMOS MAIS 11 ARTIGOS SOBRE EMPRESAS E NEGóCIOS:
As vendas de PCs continuam caindo. Seria o fim de uma era? Ou o que está acontecendo?
Linux ou Windows, qual é o melhor para a infraestrutura de uma empresa média?
Algumas empresas de tecnologia estão se perdendo. Isso tem a ver com os técnicos de informática?
Como pode uma empresa saber o que seus funcionários fazem em seus PCs?
Google adquire Motorola e pode virar o jogo com a Apple e seus iPads e iPhones
Porque a Microsoft está sempre mudando o Windows?
Como o técnico de informática pode lidar com a pirataria de software?
O iPad da Apple está mudando a indústria de informática. Veja 10 motivos porque.
Apple troca parafusos do iPhone para restringir ainda mais a assistência técnica autônoma
Google anuncia o sistema operacional Chrome. Seria uma ameaça ao Windows?
Oracle compra Sun Microsystems e agora é dona do Java, Openoffice e MySQL
Quanto tempo vai demorar para a Apple ficar maior que a Microsoft?

 

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR!

Colabore com nosso site, contribua para o desenvolvimento da informática e, de quebra, aumente seu currículo e promova sua empresa!
É simples:
  • Se você é uma pessoa física e deseja colaborar com notícias, artigos e sugestões, veja a seção Quero colaborar
  • Caso tenha uma empresa do setor e quer divulgá-la junto aos nossos visitantes, veja a seção Anuncie
  • Caso sua empresa faça Assessoria de Imprensa para um ou mais clientes, você pode mandar os releases para nossos repórteres e teremos a maior satisfação divulgar as notícias neste espaço.
  • Se você é um órgão de imprensa, contate-nos em imprensa@luzes.org e conheça as várias maneiras para interagir com nosso site e nossos visitantes.

Tel (11) 3483-9868
Fax (11) 2368-4666
Email: leitor@revistapnp.com.br
  • Por favor entre em contato para qualquer dúvida, imprecisão do conteúdo ou informação indevidamente divulgada.
  • Os artigos e demais informações assinadas são de integral responsabilidade de seus autores.
  • O conteúdo deste site está protegido pelo Acordo Internacional da Creative Commons.
  • Os produtos e serviços de terceiros aqui divulgados são de inteira responsabilidade de seus anunciantes.
  • Nosso nome, logomarca e demais sinalizações estão protegidas na forma da lei.