[Revista PnP] Quais são as tensões mínimas e máximas para ligar um computador? 
Login: 
Senha:   
Fazer cadastro conosco

Home   Edições impressas  
Edições digitais   CDs e DVDs  
Dicas técnicas   Como comprar  
Quer colaborar?   Sugira uma matéria  
Boletins   Como é feita a Revista PnP?  
Fale conosco   Serviços ao cliente  
Erratas   Sobre a Revista PnP...  
Perguntas mais frequentes (FAQ)  
Cursos e eventos  
Google

Você está aqui: Home » Artigos sobre Hardware
Artigo (veja mais 49 artigos nesta área)

Quais são as tensões mínimas e máximas para ligar um computador?

Questão colocada pelo leitor

Gostaria de saber se é possível ligar um computador com 90 volts de tensão. A fonte é de 110 volts, mas a dúvida é o seguinte: qual a tensão mínima para ligar o computador e a tensão máxima? Quantos Volts uma fonte de 110 volts agüenta no máximo, e quantos Volts são o mínimo para uma de 220 Volts para manter o computador funcionando? O que já sei é que ligando uma fonte 110 V em 220 V temos uma explosão... Também existem as fontes bi-volt automático 110-220 volts, como é isso?

Não tenho essas tensões nas tomadas comuns por isso não tenho como testar, mas queria matar essa curiosidade. Se medirmos com o multímetro as tomadas de 110 Volts temos tensão 127 volts e fica oscilando um pouco, então por quê falamos que a tomada é 110 V se na realidade medimos outro valor?


Nossa respostaAs fontes de computador (PC) são todas do tipo “chaveada” mas existem dois tipos principais: com ou sem PFC ativo. O PFC ativo é que faz o chaveamento automático para que a fonte funcione tanto com 110 quanto com 220 ou tensões intermediárias e, de quebra, o PFC ativo aumenta tremendamente o rendimento das fontes, isto é, o quanto de energia consomem em relação ao quanto de energia fornecem na sua saída. Um fonte com PFC ativa pode chegar a até 85% de eficiência, enquanto que as demais ficam entre 40 a 55%. Isto pode fazer uma boa diferença na conta de luz ao final do mês. As fontes com PFC ativo dispensam a chave de seleção 110/220V e não vão explodir se ligadas em 220V ou até mais que isto (tipicamente, até 240V).

A pergunta do leitor, portanto, deve se referir ás fontes SEM o PFC ativo, onde existe aquela chavinha para mudar de 110 V para 220 V e vice-versa. Nestas, admite-se uma pequena variação, digamos, de 10% na tensão. Assim, uma fonte padrão para 115V poderia funcionar bem entre 102 a 127 V. Fontes mais bem construídas suportam variações ainda maiores. É por isso que as fontes podem ser ligadas em 110, 115 ou 127 V, que são as tensões que se encontra no Brasil, sem problema algum. Se estiver chaveada para 110V e for ligada em 220, aí então a explosão será líquida e certa. Cuidado!

No caso das tensões que encontramos aqui na rede elétrica do Brasil, o que acontece é o seguinte: numa instalação trifásica comum (como as que existem nas nossas ruas) a tensão de fase a fase é de 220V, portanto a tensão entre fase neutro é de 220 dividido pela raíz quadrada de 3, ou seja, 220/1,73 = 127 Volt. Só que, como boa parte da rede é antiga, existem transformadores que não são trifásicos puros, mas sim que funcionam com 2 fases e geram a terceira fase a partir de uma derivação interna. Nestes casos, a tensão entre esta terceira fase e as outras fases será de algo como 240 V, e a tensão entre a terceira fase e o neutro será de 115V, aproximadamente. Só que esta terceira fase não serve, por exemplo, para ligar um motor trifásico, este precisa do trifásico puro para funcionar corretamente.

Assim, dependendo da região e da instalação elétrica que a concessionária fez na rua, podemos ter 110 a 115V de fase-neutro ou então 127 na mesma tensão fase-neutro. Nas instalação mais novas, contudo, a tensão fase neutro é a padrão, ou seja, 127 V. Só mesmo em regiões afastadas, com poucos consumidores, as concessionárias ainda fornecem os tais 110 V. Na prática, contudo, aparelhos que funcionam em 110V também funcionarão em 127V, porque as fontes têm esta tolerãncia e os fabricantes dos aparelhos já os dimensionam para isso, pois não sabem qual rede elétrica existirá no local. Às vezes, uma rua tem 110V nas tomadas, e na rua ao lado a rede já é mais nova e oferece os 127V regulamentares.

Finalizando, respondendo à pergunta, as fontes de computador costumam aceitar 10% de tolerância. Uma fonte de 115V nominais funcionará entre 103 a 127V, e uma de 220V nominais aceitará valores entre 198 a 242V. Mas isto não é regra, os fabricantes podem construir seus aparelhos com tolerâncias maiores ou menores. Já vi casos de computadores funcionando perfeitamente com 90V, e outro funcionando com 250V. O jeito é consultar o manual do aparelho para saber o que o fabricante recomenda, ou então fazer um teste, usando um regulador de tensão para alimentar o PC e ver quais são os limites que ele suporta.

Para saber mais deste assunto, sugerimos consultar os seguintes artigos publicados na Revista PnP:
  • “Fontes de alimentação: onde tudo começa (e pode acabar)” publicada na Revista PnP nº 7
  • “Instalações elétricas prediais para técnicos de informática” publicada na Revista PnP nº 6
  • “A importância do Aterramento” publicada na Revista PnP nº 5


Publicado em 26/11/2011 às 00:00 hs


Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato
Enviar para amigo Assinar newsletter Entre em contato

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a comentar este artigo!

Login:
Senha:
  • Se você já se cadastrou no site, basta fornecer seu nome e senha.
  • Caso ainda não tenha se cadastrado basta clicar aqui.


TEMOS MAIS 49 ARTIGOS SOBRE HARDWARE:
O firmware do sistema não preserva o mapa de memória quando o PC entra em hibernação
Seria possível ter virtualização via hardware num notebook?
Como e porque a Apple torna seus produtos caros e difíceis de reparar. O que significa para nós, técnicos e consumidores?
Desempenho de vídeo onboard das placas-mãe socket 1155 e 1366 é melhor do que placas off-board?
Manutenção de computadores all-in-one: fácil ou difícil?
Não encontra driver de áudio para placa-mãe ASUS antiga. E agora?
Micro com Athlon fica esquentando e reinicializa
Substituição de cooler de notebook Positivo SIM+ é difícil?
HDs da Seagate fazendo barulho. Precisa trocar?
Notebook com 6 GB só aparece com 2 GB no Windows Ultimate 64 bits
Smart apresentou mensagem de erro. Devo substituir o HD?
Dúvidas em relação a upgrade de notebook HP
O que fazer quando bateria de um notebook se esgota?
Notebook com processador Core i7 é bom? Porque micro CCE é tão barato?
Seria preciso atualizar o BIOS até mesmo antes de montar o processador na placa-mãe?
Quanto um processador de 2 núcleos é mais rápido que outro de apenas 1 núcleo?
Dados do HD ficaram corrompidos. E agora?
Os computadores no formato tablet vão matar os netbooks? Acho que não...
É fácil instalar o Windows num micro da Apple?
Upgrade de processador requer também a troca da placa-mãe?
Notebook não volta a funcionar depois que entra em hibernação
Imagem aparece borrada em monitor ou TV LCD usada como monitor de micro
Como saber se uma placa-mãe (motherboard) está mesmo queimada?
Prós e contras dos computadores no formato “tablet” (igual ao iPad da Apple)
Qual é mais rápido, notebook ou micro desktop ?
Notebook ou micro desktop PC, qual é o melhor para comprar?
Porque os HDs de 2 TB (ou mais) não são reconhecidos? Qual é o problema com eles?
O que devo observar ao escolher uma placa de vídeo para compra?
A questão do consumo de energia dos computadores e monitores
Quando, porque e como atualizar o BIOS do computador?
Tela de notebook não liga, mas LED e botão liga-desliga estão acendendo
Tem como trocar a placa de vídeo de um notebook para rodar melhor os jogos?
Qual a melhor interface para HD externo? USB, Firewire ou e-SATA?
Pode um aparelho “módulo isolador” substituir o fio terra nos computadores?
Erro de “DVD protegido” ao importar filme gerado pelo Pinnacle Studio
Os problemas dos pendrives: perda de dados e falsificação
Tela de notebook não liga, mas LED e botão liga-desliga estão acendendo
Plugues e tomadas terão novo padrão a partir de 2010
Drives COMBO dão mesmo muito problema? Ou será lenda?
Qual a diferença entre “Dual Core” e “Core 2 Duo”
Ao ligar micro ele desliga, fica alguns segundos parado e depois liga novamente
Mentiras e verdades sobre as baterias dos notebooks e celulares
Dispositivos USB não são detectados ou param de funcionar
Qual é a diferença entre Cluster e RAID ?
Google revela os segredos do hardware dos seus servidores
PC trava ao salvar arquivos
Nova linha da Intel baeada no núcleo “Nehalem” será denominada Core i7
ASUS revela linha de computadores-conceito feitos de bambu
Qual é a placa-mãe dos micros HP Pavillion ?
Lavar as mãos ou tocar no gabinete elimina eletricidade estática nos micros?

 

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR!

Colabore com nosso site, contribua para o desenvolvimento da informática e, de quebra, aumente seu currículo e promova sua empresa!
É simples:
  • Se você é uma pessoa física e deseja colaborar com notícias, artigos e sugestões, veja a seção Quero colaborar
  • Caso tenha uma empresa do setor e quer divulgá-la junto aos nossos visitantes, veja a seção Anuncie
  • Caso sua empresa faça Assessoria de Imprensa para um ou mais clientes, você pode mandar os releases para nossos repórteres e teremos a maior satisfação divulgar as notícias neste espaço.
  • Se você é um órgão de imprensa, contate-nos em imprensa@luzes.org e conheça as várias maneiras para interagir com nosso site e nossos visitantes.

Tel (11) 3483-9868
Fax (11) 2368-4666
Email: leitor@revistapnp.com.br
  • Por favor entre em contato para qualquer dúvida, imprecisão do conteúdo ou informação indevidamente divulgada.
  • Os artigos e demais informações assinadas são de integral responsabilidade de seus autores.
  • O conteúdo deste site está protegido pelo Acordo Internacional da Creative Commons.
  • Os produtos e serviços de terceiros aqui divulgados são de inteira responsabilidade de seus anunciantes.
  • Nosso nome, logomarca e demais sinalizações estão protegidas na forma da lei.